domingo, 19 de outubro de 2008

Pastéis de forno de presunto com massa de 'cottage chese'




Esta é uma receita que foi mudando ao longo dos anos mas está na minha família há pelo menos 80 anos. É um pastel que a minha avó comia na infância dela em Campanha de Minas e que a minha bisavó fazia para ela. Eu cresci comendo este pastel na casa da minha avó, depois minha mãe passou a fazer e hoje eu faço para as minhas crianças. A graça deste pastel está na simplicidade da massa. Feita de queijo e farinha. Mas no tempo da minha avó, na fazenda da família dela em Minas Gerais, a massa era feita de natas e farinha. As natas que falo não são as natas portuguesas vendidas em caixa, eram natas de leite retiradas diariamente e guardadas no congelador da geladeira. Na fazenda da minha bisavó não tinha geladeira, mas ela retirava montanhas de nata do leite que a fazenda produzia.





Quando eu era criança a minha avó e a minha mãe ainda retiravam nata do leite fervido, guardavam num copo e no congelador. Quando tivesse nata suficiente fazia-se a massa para o pastel. Quando eu saí de casa e voltava para visitar meus pais, minha mãe fazia os pastéizinhos. Eu me impressionei e perguntei, nossa mãe, você ainda coleciona natas? Ela falou: Nata nada, estes pastéis são de ricota. E me mostrou como ficavam bons com ricota. E milhares foram os pastéis que eu fiz com massa de ricota e farinha.



Depois que eu mudei para a Noruega, quatro anos atrás, ficou difícil achar ricota e cada ricota que eu achava era cada uma mais cara do que a outra. As ricotas ainda são desconhecidas aqui, todas são importadas da Itália e são bem carinhas. Enquanto a ricota é desconhecida o cottage cheese é um local, produzido aqui e, se duvidar, deve ter sido uma influencia dos noruegueses no Reino Unido, já que os vikings ocuparam a região, e a Irlanda, durante centenas de anos e entre outras coisas contribuiram para o inglês ser falado do jeito que é, mas isto fica para outra postagem.

Desde o ano passado passei a fazer a massa dos pastéis de forno com cottage cheese pois além de barato é mais fácil de manipular já que a ricota italiana é muito aguada e demanda mais trabalho para fazer a massa.



O recheio é livre. O de presunto deve ser feito com um creminho de manteiga, cebola, ervas, sal e pimenta. Mas também pode fazer de queijo, frango, camarão ou vegetais. Em especial espinafre. Fiz este com presunto picado com sal e salsinha seca (minha salsinha fresca tinha acabado) pois as crianças gostam sem creme. Sem o creme fica um pouco mais sequinho, mas fica muito bom também. Este pastel é a prova de crianças difíceis para comer e além de gostoso é saudável, leve e super fácil de fazer.









Pastéis de forno de presunto com massa de cottage cheese


Massa:

1 pote de 300g de queijo cottage
Aproximadamente 200 gramas de farinha de trigo branca
Sal a gosto
Um bocado de queijo parmesão ralado

Numa superficíe esfarinhada, ou numa tigela grande, coloque o queijo cottage e adicione o sal e a farinha, vá adicionando a farinha aos poucos e usando as mãos ou uma colhe de pau vá misturando até formar uma massa macia que descole das mãos. Importante amassar bem para desfazer as bolinhas do queijo. Quando a massa estiver bem macia divida em duas partes e forme duas bolas. Abra a massa até obter uma superfície com mais ou menos meio centimetro de espessura. Corte os pastéis usando a borda de um copo e atenção pois a largura do copo usado vai interferir no tamanho de cada pastel e na quantidade final de pastéis. A borda de um copo de requeijão comum rende cerca de 50 pastéis.







Recheio
250 a 300 gramas de presunto magro bem picado
Sal a gosto
2 colheres de sopa de manteiga derretida
Salsinha a gosto


Pique o presunto usando uma faca ou o processador de alimentos. Se usar o processador bata todos os ingredientes juntos. Se picar com a mão use um garfo para misturar o restante dos ingredientes ao presunto.











Corte os círculos, recheie com uma colher de chá de recheio e feche pressionando com os dedos. Se a massa não quiser colar pois está muito enfarinhada coloque água em um pires e vá pincelando água na borda da massa de um dos lados do pastel. A massa cola facinho com um tantinho de água. Por fim pincelar gema de ovo e um pouquinho de queijo parmesão ralado. Assar a 200C por 15 a 20 minutos.

Esta fornada rendeu 28 pastéis e usei apenas metade da massa. A outra metade meta num saco plástico e congele. Fica mais fácil de manipular depois de ter sido congelada. Ao todo esta receita faz entre 50 e 60 pastéis, dependendo do tamanho da boca do copo que você use. Os pastéis também podem ser congelados.

6 comentários:

Valentina disse...

Ai, absolutamente amei esta receita. e o post. tudo muito bacana. olha, vou fazer ricota caseira com uma receita passada por uma amiga. depois te conto e se quiseres te passo a receita.um abraço.

RITA PALITA disse...

Querida Claudia, obrigada pela sua participação! Linda de viver! Em breve estará no Rita Palita.

Bjo grande, Rita

Magia na Cozinha disse...

Claudia eu adorei a sua receita! Ainda vou fazer!
Queria ter passado aqui antes, mas não consegui. Muito obrigada pela sua visita.
Eu ainda não conhecia o seu blog. Tenho que fazer um tour. Que legal que vc mora na Noruega!
O evento da Rita Palita está um show de delícias com cottage. Estou surpresa!
Boa sorte!
Bjs :)

laila disse...

entro aqui e logo me apaixono por esses pasteizinhos...vi uma receita há pouco q é com ricota a massa mas leva farinah de arroz...gostei mto da sua versao!bjs

Cris disse...

Cheguei aqui graças ao Rita Palita... adorei a história e a receita! Bjs!

Leonor de Sousa Bastos disse...

Nhami....mas que pasteizinhos tão giros e com um ar tão saboroso!!!

São uma tentação!... excelente sugestão para o desafio!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...