terça-feira, 24 de novembro de 2009

Gelatina de amburana com pera e paçoca de amendoim



Como escrevi no último texto, eu ando super ocupada, com a mente preocupada com tantas tarefas para finalizar, super confusa em relação a umas decisões que preciso tomar e enquanto eu fico perdida os dias passam voando. Resultado: eu simplesmente me recuso a aceitar que o Natal já está ali na esquina. São tantas coisas para fazer antes do Natal que ouvir falar de Natal me dá nervoso. Fora isto o desespero do fim de ano, frio aumentando, noites sem fim, ruas geladas e perigosas para andar e para conduzir, cabelo descabelado e arrepiado o tempo todo por causa do uso diário de boinas e gorros. E eu ando destestando minhas roupas de inverno, mal comecei a usar e já quero deixa-las de lado, estou de bode com botas e casacos, que cansaço.



Para complicar eu ainda estou com vários textos começados e pendurados para o blog, mas para encerrar o silêncio resolvi simplificar e publicar uma receita simples. Mais uma receita de gelatina com sementes de amburana. Eu sei que me repito demais, mas faz parte do meu show. Eu cozinho mesmo o que eu gosto e eu estou amando comer gelatina de leite cozido com sementes de amburana e depois gelatinado. Minha sobremesa favorita do momento. E faz um bem para o estômago que vocês nem imaginam. Para acompanhar eu cozinhei umas peras holandesas do tipo Conference numa calda de açúcar com algumas sementes de amburana. As peras estão super baratas estes dias e custando 1/5 do preço normal e eu estou abusando delas. Estas peras estavam um pouquinho duras, apesar de saborosas e isso ajuda na hora de cozinhar na calda.



Tenho experimentado umas receitas novas de biscoitos e estou pensando em repetir o que eu fiz ano passado e assar sete biscoitos típicos para comemorar o solstício de inverno, ou seria o Natal? Tanto faz. Mas ainda não estou totalmente decidida pois foi um evento cansativo, apesar de útil pois eu pude oferecer muitos biscoitos de presente. Assim que eu me decidir eu aviso e darei as datas, assim terei muitos biscoitos para dar de presente este ano também. Eu tentei fazer uns biscoitos para dar de presente no evento do AIG mas fiz um teste e eles não resistiram bem nem dois dias. Fiquei cismada de mandar biscoitos moles ou quebrados de presente. Para falar a verdade, achei bem difícil pensar alguma coisa para fazer e enviar de presente pelo correio. Como no ano passado, os biscoitos que serão assados este inverno vão circular aqui pela área apenas...





Gelatina de amburana com pera e paçoca de amendoim


1,5 litro de leite integral (use desnatado se preferir)
15 sementes de amburana
1 copo de 200ml de açúcar ou mel (use a quantidade que preferir)
6 colheres de chá de gelatina em pó ou 6 folhas de gelatina

Como:

Amoleça a gelatina em folha em água ou dissolva a gelatina em pó em algumas colheradas de leite. Coloque o leite, as sementes de amburana e o açúcar (ou mel) numa panela de fundo grosso sobre fogo médio e mexa até ferver. Quando ferver retire a panela do fogo, adicione a gelatina e mexa bem vigorosamente para dissolver a gelatina totalmente. Volte a panela ao fogo e deixe ferver novamente. Passe pela peneira para retirar as sementes, descarte as sementes e divida a mistura em potes ou taças do tamanho que desejar e leve para gelar por 4 a 6 horas antes de servir. Sirva com frutas em compota, um fio de mel e paçoca de amendoim triturado com um pouco de açúcar e aveia em pó.

Rende cerca de 8 porções.




Peras em calda de açúcar


4 peras descascadas, cortadas ao meio e sem sementes
2 xícaras de água
1 xícara de açúcar
3 sementes de amburana, use raspas de uma fava de baunilha ou canela em pau se preferir

Como:

Coloque o açúcar, a água e as raspas de baunilha, ou sementes de amburana, numa panela de fundo grosso e sobre fogo médio deixe ferver e cozinhar por cerca de 5 minutos. Adicione as peras, uma a uma, com cuidado, deixe ferver por cerca de 15 minutos ou até ficarem levemente transparentes. Desligue o forno e deixe esfriar totalmente antes de servir. Se estiver usando sementes de amburana, retire as sementes e descarte.



11 comentários:

Eu Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu Mulher disse...

Ainda não sei quando terei o prazer de experimentar amburanas. Já corri atrás aqui pelas bancas que vendem produtos medicinais e ninguém tem no momento.

Quanto a gelatina, eu tiraria o amendoim que eu não gosto muito e colocaria castanha de cajú, hummm...deve ficar delicioso.

Amiga, veja lá no meu blog a brincadeira de amigo secreto que está rolando. Aguardo sua participação.

Beijos

Nina disse...

Ah, eu moro na terra da paçoca! De amendoim, em primeiro lugar. Mas também há inovações de paçocas salgadas, de bacalhau, de carne seca, hum... Não é longe do Rio, não... Um região bem bonita, de montanhas!

beijos!

Verena disse...

Claudia,
adorei a foto da sua janela...imagino que eu ficaria horas ali admirando a paisagem! Como a vida é, não?
Você falando em roupas de frio, botas e casacos e nós aqui no meio da sauna! Muito, muito calor e muita chuva para o samba da primaveira doida...!
Imagino que essa gelatina deva ser bem comfort food mesmo, a mistura da paçoca com as peras e o leite deve ficar com gosto de casa de mãe...
Um beijo grande!

milu disse...

Nossa que gelatina mais gostosa essa deve ser...Onde sera que se encontra essa tal de amburanas?Qdo eu chegar no brasil vou tratar de procurar.Sera que no Sul (SC)eu acho?
Hoje fui ler "Quem faz Sabor de Saudade" e fiquei encantada contigo...Bjs.

cacahuete disse...

Nunca tinha ouvido falar de sementes de amburana. A sobremesa ficou linda, deve ser muito boa, e parece ser bem rapida de fazer.

Bjs

Moira disse...

Cláudia,
Ainda não fiz uma dessas suas gelatinas, mas ainda tenho que fazer para usar mais umas sementinhas de amburana, que já estão quase a terminar, têm aromatizado doces e pudins que por serem mais do mesmo eu não tenho colocado. E ainda não provei a aguardente com as sementes que você me falou, guardei e está lá esquecida, tenho a certeza que ainda vai fazer sucesso :)
beijocas
Moira

Tânia disse...

Somente no seu blog é que vejo receitas com as semente de amburana. A primeira vez corri no Mercadão e encontrei (ou pelo menos o vendedor disse que era - vou acreditar). Estão lá na cozinha me olhando e perguntando: - e aí?
Preciso quebrá-las ou descascá-las para usar ou uso inteiras mesmo?
Quando comprei a criatura me disse que era "boa prá fazer chá pro estômago" porque era "amarguinha".
Claudinha...só você pode me ajudar...
Beijinhos

Claudia disse...

Ana,

eu entrei em dois amigos ocultos gastronômicos e ainda dei um presente extra para uma leitora e infelizmente vou ficar fora do quarto. Foi uma loucura escolher, embalar e enviar três presente, um para a Espanha, um para os EUA e um para o Brasil. Espero que ano que vem você repita e aí eu entro no seu. Tá bem assim?

Nina,

Terra da paçoca, que maravilha. Eu adoro a palavra paçoca e uso ela para tudo o que é triturado e misturado com alguma coisa...

Verena,

são quatro janelas de frente para o fiorde na minha sala mas mesmo assim, está tudo tão escuro, os dias tão curtos. Melhor o samba da primavera doida!

Milu,

amburanas são nativas da América do Sul inteira, das áreas secas, mas andam meio extintas na Argentina e no Peru... no nordeste são muito usadas como remédio e perfume mas não sei se é fácil achar no sul. Tente um mercado com produtos nordestinos que talvez você ache!


Cachuete,

É uma semente brasileira perfumada e de sabor suave que tem propriedades medicinais poderosas e ajuda a tratar dores de estômago. Bj.


Moira,

Eu vivo a base de leite e ovos e dos pudins e gelatinas que faço com leite e ovos e se não postar isso me sobra muito pouco para postar no blog pois sou bem básica! Eu ando com o estômago tão sensível que agora não faço nada sem amburana, até no leite do café eu coloco!


Tânia,

Não precisa descascar não. Jogue no leite, no creme de leite do jeito que são, deixe ferver e deixe em infusão. As casquinhas vão se dissolver e sobra apenas o centro preto da semente. A semente fervida você joga fora.

Mas você também pode raspar e fazer infusões e chás, é assim que os índios faziam e que se faz em todo o sertão. Amburana é típica para aromatizar cachaça e remédio do estômago.


Beijos,

C.

angela disse...

comprei umas estes dias,ainda não usei,sua gelatina ficou divina,adoro peras!! bjs

Magia na Cozinha disse...

Ainda não fiz gelatina de leite, mas imagino que seja ótima. As peras com paçoquinhas ficaram um complemento prefeito.
Tenho usado as amboranas para fazer Arroz Doce e Canjica. Fica muito bom!
Bjs :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...